segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Desabafo!

Um dia me perguntaram qual meu maior sonho. Caso essa pergunta fosse feita há 4 anos eu iria responder que era entrar em medicina em uma universidade pública. Hoje tenho realizado esse sonho a cada dia, amo o que estudo e as pessoas que tenho conhecido nesse meio tem me feito abrir os olhos para "além dos muros" da UFPE.
Hoje fiz uma visita a uma amiga minha. A pessoa que foi o canal de acesso meu a PAES. Depois de tanto tempo fui entregar o presente dela de aniversário,  muito legal!!!! Vai viajar para Portugal, Boa Viagem!!!!
A noite, em casa, comecei a me lembrar do outro meu sonho: ir conhecer o Egito! Há coisas inexplicáveis em nossas vidas, um exemplo é esse meu encanto pela mitologia Egipcia...
Ja tentei por várias vezes encontrar uma resposta, não apenas para esse assunto especifico, mas para outros que tem me ocupado a mente nesses ultimos dias, acabei desistindo...

Pensamentos ocupados... bastante ocupados...



 

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

BALÃO PRETO


Durante os festejos natalinos de uma cidade do interior havia um homem que vendia balões coloridos, desses que sobem e se perdem no infinito deixando crianças chorando e adultos pasmos.
O vendedor era bom demais em seu ofício e tinha um truque muito interessante e eficaz: de vez em quando soltava um dos seus balões coloridos e isso atraía todos a uma certa distância que logo se acercavam e compravam um balãozinho. Ali perto, estava um menino negro que observava – encantado – o vendedor de seus balões. Astuto que era, percebeu o truque e notou duas coisas: primeiro, que o vendedor soltava os balões toda vez que a quantidade de curiosos a sua volta diminuía e, desse modo, nunca ficava inteiramente sozinho; a segunda, que o vendedor alternava as cores dos balões a soltar: soltava um vermelho, depois um azul, depois um verde e assim por diante. Mas, nunca soltava um balão preto.
Entre curioso e indignado, o menino perguntou ao vendedor de balões:
- Moço, se o senhor soltasse um balão preto ele subiria tanto quanto os outros?
O vendedor de balões sorriu para o menino, cortou a linha que prendia um balão preto e, enquanto ele subia bem alto, disse-lhe:
- Não é a cor, meu filho, é o que está dentro dele que o faz subir.

sábado, 18 de dezembro de 2010

Frasco com auto-fluxo!

Devemos ter cuidado com as prioridades que escolhemos para nossas vidas! Em que elas estão pautadas? Em que elas estão te completando? Onde se encontra a sua base de firmamento?

Ouvi de uma amiga minha que o melhor companheiro da mulher é Deus, o segundo o espelho! Parei para refletir um pouco nessas duas palavras e no que elas significam...

Não podemos ser um frasco de auto-fluxo, necessários apenas a nós mesmos e preocupados só com o nosso ser e em se completar! Quando Deus sai da sua vida e deixa de lhe preencher para dar espaço ao "seu" espelho muita coisa começa a desandar por onde você passa! Não invertamos a sequencia, primeiro deve vir Deus, depois você, depois os outros...

Aprendi nessa minha recente, porem não superficial, vida cristã que o nosso frasco de auto-fluxo deve ser substituido pela graça do Senhor! Devemos nos esvaziar de nós mesmos e se completar de Cristo! Dar espaço para ele agir em nossas vidas...

Sozinhos não somos nada na vida. Necessito do meu Deus, da minha família, da minha célula ICTHUS, da minha igreja, dos meus amigos para me completar... sem eles eu não sou ninguém... um dia eu achei que o meu fluxo poderia ser "auto", mas Deus me mostrou que o meu fluxo vem do "Alto" ... dos céus... é de lá que ele vem me dando força e coragem e mostrando que a minha outra parte, o complemento deste organismo biologico que ele me fez, é preenchido por meu semelhante... atraves do companheirismo, conselhos, conversas, passeios, praias, caminhadas, filmes, crepes, temakis... as coisas e os momentos que mais nos fazem felizes são as mais simples, sem muita complexidade, mas repleta de verdadeirismo na essência de ser e de existir!!!!

Nós não somos auto-suficientes...



"Não são os labores de minhas mãos
Que podem cumprir as exigências de tua lei.
Se meu zelo desconhecesse descanso,
Se minhas lágrimas para sempre se vertessem,
Nem assim seria expiado um único pecado.
Tu precisas salvar e Tu somente!"

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Antítese x Paradoxo



Antítese vem a ser uma figura de linguagem que consiste na exposição de idéias opostas.
Ela aparece quando conseguimos uma aproximação de palavras ou expressões de sentidos opostos.
Palavras são ditas, mas o sentido entre elas é outro, ou seja, o oposto!
O contraste que se estabelece serve, essencialmente, para dar uma ênfase aos conceitos envolvidos que não se conseguiria com a exposição isolada dos mesmos. Dá para perceber???
Intenção de querer expor melhor as idéias do diálogo...através de antíteses...

Já o paradoxo é literalmente
"o oposto do que alguém pensa ser a verdade".

E aqui está o grande problema: quando achamos que um paradoxo é uma antítese...

Cuidado para que na sua vida alguém esteja claramente em linguagem de paradoxo e você jurando que é uma antítese!!!! Pode ser tarde demais quando descobrir...

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Libertas Quae Sera Tamen




"Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou tv. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar do calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver"


Amyr Klink

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010


“A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade.”
Carlos Drummond de Andrade


Medo que aprisiona!!!!!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010


O melhor livro de ensinamentos é o dicionário!! Ele define tudo...quando se define se conhece, o que se conhece não se teme! Lá ele tem as respostas da tradução das inúmeras palavras que aparentemente não tem significado... como tantas outras coisas nas nossas vidas que acreditamos também não ter significado algum... portanto... abramos o dicionário da nossa vida.
Lá estará as melhores definições para as angústias,
incertezas, dúvidas existenciais e até para retificar conceitos pré-estabelecidos, ou melhor, ratificar o que realmente deve seguir como prioridade em nossa vida!
Vamos buscar respostas onde realmente teremos respostas para nossos questionamentos, algo firme, com respaldo, com força!!!!
A partir do momento que você buscar ao seu dicionário, ele vai te mostrar do que não deve temer e em que deve-se acreditar.

Lá, você terá as respostas para o que está acontecendo em sua vida, qual o propósito de tudo isto acontecer!!!



Meu dicionário, minha Bíblia!!!







quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Traduzir


"Escrever é traduzir. Sempre o será. Mesmo quando estivermos a utilizar a nossa própria língua. Transportamos o que vemos e o que sentimos (supondo que o ver e o sentir, como em geral os entendemos, sejam algo mais que as palavras com o que nos vem sendo relativamente possível expressar o visto e o sentido…) para um código convencional de signos, a escrita, e deixamos às circunstâncias e aos acasos da comunicação a responsabilidade de fazer chegar à inteligência do leitor, não a integridade da experiência que nos propusemos transmitir (inevitavelmente parcelar em relação à realidade de que se havia alimentado), mas ao menos uma sombra do que no fundo do nosso espírito sabemos ser intraduzível, por exemplo, a emoção pura de um encontro, o deslumbramento de uma descoberta, esse instante fugaz de silêncio anterior à palavra que vai ficar na memória como o resto de um sonho que o tempo não apagará por completo." ...

Por José Saramago

Parte de um texto de Saramago que tenta explicar um pouco do "escrever" sentimentos, "traduzir" emoções...

Há coisas que ainda estão presas na cabeça sem conseguir minha expressão!!! melhor, aprisionada no coração... ele espera o tempo passar... to esperando sentada!!!!!!!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Amigos...


Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos. Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles.

A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor. Eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.

E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos! Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências ...

A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem. Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida. Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar. Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos. Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure. E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários. De como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente construí, e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.

Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado. Se todos eles morrerem, eu desabo! Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles. E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu bem estar. Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.

Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles. Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando daquele prazer ...

Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que só desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meus amigos!

A gente não faz amigos, reconhece-os.


Vinicius de Moraes


PS: Na foto minha amiga Raquelzinha, Não tem preço nenhum que pague o teu amor... com ele eu me sinto completa... tu és meu porto seguro, que sei onde encontrar quando mais preciso...
A gente não faz amigos, reconhece-os... e isso eu tenho percebido a cada dia que passa!!!!!!

Obrigada por tudo, tu sabes por que neh??????????????????

domingo, 5 de dezembro de 2010

A arte de calar...


“0 silêncio é um momento vivificante de graça,
em que a criatura se cala, mas o espírito fala”
Calar sobre sua própria pessoa, é humildade.
Calar sobre os defeitos dos outros, é caridade.
Calar quando a gente está sofrendo, é heroísmo.
Calar diante do sofrimento alheio, é covardia.
Calar diante da injustiça, é fraqueza.
Calar quando o outro está falando, é delicadeza.
Calar quando o outro espera um palavra, é omissão.
Calar e não falar palavras inúteis,é penitência.
Calar quando não há necessidade de falar, é prudência.
Calar quando Deus nos fala no coração, é silêncio.
Calar, diante do mistério que não entendemos, é sabedoria


Na foto: Eu, Mirella, Paty, Valeska e Vivi... no nosso "amigo secreto" mais do que especial...

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Policiamento...


Tenho me policiado bastante para não colocar grandes expectativas em algo que eu ainda não conheço (eu sei que nunca iremos saber de tudo, mas o mínimo é preciso!) e pior ainda é quando não lhe dão espaço para tentar mostrar uma realidade mais diferente.
Os entraves que vamos encontrando pela vida somos nós que permitimos, o isolamento, a individualidade... isso é bastante doloroso para alguém que a ultima coisa que deseja é o isolamento!
As expectativas criadas desde o início é por medida de precaução, como tudo que passa depois de algumas lições no decorrer do tempo.
Sinto algo desandando, espero só não ser tarde para colocar novamente o trem na linha!!!!


Hoje fiz minha penultima prova do período: pediatria... espero que a professora concorde com minhas respostas porque quero logo férias... ficar perto dos meus pais... longe da muvuca...

Vou sentir falta das pessoas que me fazem companhia diariamente pelo menos nas horas do almoço que é quando nos encontramos. Sempre nessa época vem a nostalgia, mas sempre é recompensada por saber que tenho alguns corações que me querem e confiam no meu companheirismo...

A eleição do diretório acadêmico saiu... deu tudo certo!!!! Agora é só começar a se planejar e organizar o próximo período. O grupo é otimo e tenho certeza da afinidade do trabalho a ser conquistado!

Lyly decidiu fazer greve de fome por que eu decidi trocar a ração que ela come! Ela ficou desde sábado até terça sem se alimentar, dei por voto vencido e comprei a ração antiga mesma e ela avançou na comida quando cheguei... a bixinha ja tinha perdido peso... tem se recuperado bem!!!

Bem, na minha cabeça fica uma mensagem: "pelo menos eu tentei, se não deu certo, era porque não era a hora nem a vez"... não abrimos os olhos para o que está em nossa frente, perdemos as oportunidades e quando paramos para pensar o momento já é outro! Tenta voltar, mas o relógio não rebobina... ai ja vai ser tarde... com o tempo vai cansando!



PS: Na foto estão 3 pessoas fundamentais para mim. Aline(minha irmã), Raquelzinha (minha irmã de coração/confidente) e o meu abençoado Pastor Miguel. Foi lá na PAES, nesta última sexta feira... São eles que quando mais preciso me dão a palavra e a companhia na medida certa!!!

sábado, 20 de novembro de 2010



Hoje estou aqui para prestar uma homenagem ao primeiro, maior e melhor médico da história da humanidade!
Deus é esse médico, o médico dos médicos, e o mais excelente conhecedor do corpo humano. Todas as células e tecidos, órgãos e sistemas, foram arquitetados por Ele, e Ele entende e conhece a sua criação melhor do que todos.
Que médico mais excelente poderia existir?
Deus é o primeiro cirurgião da história. A primeira operação? Uma toracoplastia, quando Deus retirou uma das costelas de Adão e dela formou a mulher.
Ele também é o primeiro Anestesista, porque antes de retirar aquela costela fez um profundo sono cair sobre o homem.
Deus é o melhor Obstetra especialista em fertilização que já existiu! Pois concedeu filhos a Sara, uma mulher que além de estéril, já estava na menopausa havia muito tempo!
Jesus, o filho de Deus, que com Ele é um só, é o primeiro pediatra da história, pois disse: “Deixem vir a mim as crianças, porque delas é o reino de Deus!”
Ele também é o maior reumatologista, pois curou um homem que tinha uma mão ressequida, ou, tecnicamente uma osteoartrite das articulações interfalangeanas.
Jesus é o primeiro oftalmologista, relatou em Jerusalém, o primeiro caso de cura em dois cegos de nascença.
Ele também é o primeiro emergencista a realizar, literalmente, uma ressuscitação cardio-pulmonar bem sucedida, quando usou como desfibrilador as suas palavras ao dizer: “Lázaro, vem para fora!”, e pelo poder delas, ressuscitou seu amigo que já havia falecido havia 4 dias.
Ele é o melhor otorrinolaringologista, pois devolveu a audição a um surdo. Seu tratamento? O poder de seu amor.
Jesus também é o maior psiquiatra da história, há mais de 2 mil anos curou um jovem com graves distúrbios do pensamento e do comportamento!
Deus também é o melhor ortopedista que já existiu, pois juntou um monte de ossos secos em novas articulações e deles fez um grande exército de homens. Sem contar quando ele disse a um homem coxo: “Levanta, toma a tua maca e anda!”, e o homem andou! O tratamento ortopédico de quadril mais efetivo já relatado na história!
A primeira evidência científica sobre a hanseníase está na Bíblia! E Jesus é o dermatologista mais sábio da história, pois curou instantaneamente 10 homens que sofriam desta doença.
Ele também é o primeiro hematologista, pois com apenas um toque curou a coagulopatia de uma mulher que sofria de hemorragia havia mais de 12 anos e que tinha gastado todo o seu dinheiro com outros médicos em tratamentos sem sucesso.
Jesus é ainda, o maior doador de sangue do mundo. Seu tipo sanguíneo? O negativo, ou, doador universal, pois nesta transfusão, Ele, ofereceu o seu próprio sangue, o sangue de um homem sem pecado algum, por todas as pessoas que tinham sobre si a condenação de seus erros, e assim, através da sua morte na cruz e de sua ressurreição, deu a todos os que o recebem, o poder de se tornarem filhos de Deus! E para ter este grande presente, que é a salvação, não é necessário FAZER nada, apenas crer e receber!
O bom médico é aquele que dá a sua vida pelos seus pacientes! Ele fez isso por nós!
Ele é um médico que não cobra pelos seus serviços, porque o presente GRATUITO de Deus é a vida eterna!
No seu consultório não há filas, não é necessário marcar consulta e nem esperar para ser atendido, pelo contrário, Ele já está à porta e bate, e aquele que abrir a seu coração para Ele, Ele entrará e fará uma grande festa! Não é necessário ter plano de saúde ou convênio, basta você querer e pedir! O tratamento que ele oferece é mais do que a cura de uma doença física, é uma vida de paz e alegria aqui na terra e mais uma eternidade inteira ao seu lado no céu!
O médico dos médicos está convidando você hoje para se tornar um paciente dele, e receber esta salvação e constatar que o tratamento que Ele oferece é exatamente o que você precisa para viver!
Ele é o único caminho, a verdade e a vida. Ninguém pode ir até Deus a não ser por Ele.
Seu nome é Jesus.



Mensagem lida na formatura do Curso de Medicina da PUC-PR /2010.
Boa noite a todos!

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Confia no Senhor e ele te dará todo o conforto necessário para a concretização dos propósitos dele na nossa vida!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

You and Me






Primeiro de tudo, dê play na música. Se sua internet não acompanha ouvir agora imediatamente, não se preocupe. Vá ali beber água, volte pro MSN, fale qualquer besteira lá no FaceBook, mas espere a música! Ela é o coração deste texto. ...


Pronto, carregou tudo? Agora sente-se confortavelmente na sua cadeira, na cama, se esparrame aí. Qualquer posição que vc consiga ler sem se mexer. É impressionante como o ritmo te envolve não é? Quase como se estivesse te embalando... Quando vc menos percebeu, já estava "dançando", não foi? Não sei vc, mas eu achei isso incrível!


Parece um abraço. Perdão, mas não qualquer abraço. Parece mais AQUELE abraço dela(e), aquele que ela(e) te dá logo que lhe vê no final de semana. Vc passou por uma semana dos infernos, provas na faculdade, stress do estágio/trabalho, pegou um trânsito infeliz, qualquer coisa que lhe tire de tempo. Mas um abraço desses lhe faz pensar (mas não dizer ainda) "porra, que saudade..." Até aqui não se falou nada. Nesse momento só existe o silêncio...


O cheiro do cabelo dela(e), o toque da pele que vc sabe reconhecer de olhos fechados, a silhueta de seu corpo, o suspiro que ela(e) lhe dá quando vc a(o) aperta, aquele beijo esforçado no pescoço, o contato dos braços dela(e) que lhe protegem, que se enroscam no seu pescoço, quase se pendurando e lhe dizem "esperei por vc a semana toda! que bom te ver de novo!"


É um turbilhão de carícias (geralmente) inocentes de uma magnitude tão intensa e tão efêmera!
E é aí que vc abre os olhos, afrouxa seus braços, ela(e) também entende e termina fazendo o mesmo.. Finalmente, é que seus olhos se encontram, e vc sente. É engraçado como vc sente, não é? Experimente um abraço desses e simplesmente olhe para ela(e). Um olhar apaixonado não resiste aos olhos da(o) amada(o). Se entrega, se desfaz de egoísmo, de mentiras, se desfaz de proteção.

Um olhar apaixonado é a coisa mais sincera que um homem consegue demonstrar. Não existe vidro à prova de balas, colete, muro de concreto, qualquer coisa. Não existe barulho que consiga abafar o grito que seus olhos vão dar quando encontrar os olhos dela(e). Esse é minha concepção do famoso "silêncio ensurdecedor". Deve ter outra aplicação prática aí, mas é irrelevante.
Pra mim, essa é a melhor sensação do mundo. Esses poucos segundos que um abraço sugerem. Quanto tempo, 5 segundos? 10? Tão pouco né? Tão rápido..

Você provavelmente levou um pouco mais de 10 segundos pra ler o 1° parágrafo desse texto.
Por que esse momento de um abraço carinhoso é tão diferente, tão especial, eu ainda não descobri. Mas qual seria a graça em por razão nisso tudo, não é? Com certeza você não terminou esse texto pensando assim.

Autor: Não consegui descobrir...

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

O que fazer?


O que faz uma criança quando está em apuros? Pede ajuda... O que faz um adulto quando está em apuros? Por vezes se fecha em seu próprio casulo, outras poucas é que vem a pedir ajuda.... Vamos passar a nutrir mais atitudes de crianças, pedir ajuda na hora que mais sentir necessidade e perceber incapacidade de resolução quando sozinho estar... Envelheça, o tempo não pode negar... mas permita isso apenas para a sua idade cronológica! "Não deixe a criança dentro de você morrer" ... parece até que já vi isso outras vezes, mas nunca essa frase foi tão presente em alguma etapa da minha vida! Perceber que se necessita de ajuda é o primeiro passo para superar tudo isso. Procure seus amigos, sua família, alguém em que você possa confiar e que conheça suficientemente!!!! Lembro de alguns poucos amigos que tenho e a felicidade invade meu coração, pois sei que posso confiar neles em qualquer hora, em qualquer momento....

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Ninguém é dono da sua felicidade


Ninguém é dono da sua felicidade, por isso, não entregue sua alegria, sua paz, sua vida nas mãos de ninguém, absolutamente ninguém.
Somos livres...
E não podemos querer ser donos dos desejos, da vontade ou dos sonhos de quem quer que seja.
Se você anda repetindo muito "você é a razão da minha vida", cuide-se.
Remova essas palavras e, principalmente, a ação dessas palavras da sua vida, pois fazem muito mal ao seu "eu" interior.
A razão da sua vida é você mesmo.
A sua paz interior é a sua meta de vida...
Quando sentir um vazio na alma, quando acreditar que ainda está faltando algo, leve seu pensamento pra os seus desejos mais íntimos e busque a divindade que existe em você.
Pare de colocar sua felicidade cada dia mais distante de você.
Não coloque objetivos longe de suas mãos, abrace os que estão ao seu alcance hoje.
Trabalhe, trabalhe muito a seu favor.
Pare de exigir das pessoas aquilo que nem você conquistou ainda. Critique menos, trabalhe mais...
E não se esqueça nunca de agradecer.
Agradeça tudo que está em sua vida nesse momento, inclusive a dor...
Por fim, acredite que não estamos sozinhos um instante sequer...
Pense nisso, não se destrua por sentir que falta...
Se erga na falta...
Mostre a cada um a cor do seu sorriso!


Autor:desconhecido!

sábado, 16 de outubro de 2010

"Viver não dói"


"Viver não dói. O que dói é a vida que não se vive".

Definitivo, como tudo o que é simples. Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Por que sofremos tanto por amor? O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz. Sofremos por quê?

Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos, por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos. Por todos os beijos cancelados, pela eternidade interrompida.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar. Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender. Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada. Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um verso: se iludindo menos e vivendo mais.

Martha Medeiros

sábado, 9 de outubro de 2010

Minha linda Vitória!


Essa mãozinha aqui segurando o meu dedo é de Vitória! Foi atraves dela que pude perceber o quanto somos fortes mesmo aparentando ser fracos. Vitória nasceu com 24 semanas de gestação ( o adequado seria 40 semanas), dá para se perceber o quanto que ela tem sido forte!!!

Vitória tem sido guerreira em uma etapa da vida que ela mais precisa ser forte pois está em jogo a sua sobrevivência, ela necessita mamar no peito da sua mãe, tomar alguns remédios para ajudar no amadurecimento dela, dormir bastante e receber muito carinho da mãe (que por sinal fica sempre que pode perto dela no berçario). Vitória segurou no meu dedo e pude perceber com esse simples gesto dela uma mensagem: não desista de lutar diante de coisa pouca...

E você, tem nutrido uma Vitória diariamente dentro de você? Tem lutado contra aquilo que mais tem lhe aflingido? Tem tido atitudes coerentes com que pretende conquistar lá na frente?

Falhamos quando acreditamos que os nossos problemas são os maiores do mundo, que as nossas dores são as mais insuportáveis possíveis, eu, eu, eu ,e eu... pensamos muito no "eu"... esse é o problema...

Por não valorizarmos o maior bem que Deus nos deu "a vida", sofremos por substituir esse presente D'ele por coisas banais e sem real valor diante Dele...

A fraqueza externa por vezes vai mascarar a força que temos em nosso coração. O primeiro passo é ter vontade de procurar essa força interna, esse nosso combustível diário que nos faz ter impulso por ir atras do que nos faz bem!!!

Não desista por pouca coisa, se você ainda não conseguiu é porque ainda não chegou o fim dessa conquista. A batalha só termina quando você conquista o que deseja: esse deve ser o nosso lema de cada dia.

Nenhuma dor é grande o suficiente para nos paralisar ...

Ação, a cada dia, noite após noite!!!

Lembre de Vitória, que nem ainda conseguiu sair do hospital, mas luta como guerreira dia a dia para a sua sobrevivência...

Descubra a sua luta de sobrevivência, o que tem lhe mantido vivo, descubra!

E faça disso uma inspiração diária de apoio a superar tudo o que tem lhe aperriado...





O pezinho lindo dela...

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Meu diário de vida...


Por essas épocas vem passando dentro de mim algumas angústias, algumas alegrias, outras indiferenças... Nunca antes fiquei tão pensativa e reflexiva!!!!

A eleição se foi, junto com ela o primeiro turno... e nos deixou , alem de uma sujeira na rua com tanto papel, o segundo turno: que escolha difícil... temos que eleger o "menos" ruim (será isso possível?). Sabia eu que a Marina não ia ganhar, mas gostei do resultado. É bom saber que quase 20% da nossa população brasileira ainda tem o tico e teco (traduzindo=cérebro) funcionando... O nó maior para ser desfeito é agora no final de outubro... ou dúvida cruel...

Meu projeto do SVO com os corações dos hipertensos está indo caminhando muito bem. Estou na fase de recolhimento de dados e busca de bibliografia que tenha referencia com o assunto... agora é só dar tempo ao tempo

O outro projeto - PETSaúde - ja foi mandado o projeto para a orientadora e agora é só esperar as correções para serem feitas...

O DAMUC ( Diretório Acadêmico lá da UFPE) vai entrar agora em fase de eleições. Muito legal esse momento de pessoas novas se aproximando, ideias novas sendo criadas, amizades sendoJustificar construídas e outras se fortalecendo. A coordenação do curso cada vez mais próxima me faz acreditar que esse é o caminho certo para as melhorias do nosso curso de medicina!

Meus Plantões vão dar uma folguinha agora! Vai entrar no meu horário a ginecologia :) dúvida cruel minha porque tudo que tenho visto me encanta... e quando alguém chega e pergunta: ja escolheu a área que vai atuar? ai ai ai por mim eu trabalhava em tudo, mas não posso :( Oro para Deus me mostrar o melhor caminho para atraves do meu trabalho servir melhor a ele!!!

O curso de Fundamentos lá da igreja vai entrar no terceiro livro. Todas as quartas pela noite estou eu na PAES. Tenho aprendido muito e edificado minha fé atraves do conhecimento da palavra do Senhor... tem o discipulado de 15 em 15 dias e ja estou no segundo livro!!!!

No sábado.... ahhhh meus sábados... São todos da célula ICTHUS II... É lá em que encontros verdadeiros amigos para juntos fortalecermos uns aos outros... foi lá onde tive a oportunidade de conhecer pessoas tão importantes para mim...

Acho que não devo ter esquecido de nada não... minhas movimentações semanais são praticamentes essas... SVO, PSF-Bongi, DAMUC, NUPED, Monitoria, PAES, ICTHUS II.... ihhh sem esquecer do meu curso não é??? diariamente das 8 às 17hrs...kkkk...

AMO tudo que faço e procuro buscar inspiração e propósito para tudo na minha vida. Nunca entro em nada que seja apenas para "preencher" horário...

Meus dias são abençoados por Deus e Ele tem me dado forças diariamente para levantar da cama com um sorriso no rosto para "curtir"mais um dia em minha vida.
Procure preencher seus minutos de vida com coisas boas, guarde lugar para Deus , vá em busca de companhias edificantes, não esqueça do seu lado profissional e tente conciliar com sua vida amorosa...

O tempo passa... Não permita que bobagens e banalidades impeçam de você seguir com um objetivo maior na vida: ser feliz!!!!





PS. Quem me conhece sabe que eu adoro filme de terror, mas esse ultimo que está ai nos cinemas - o último exorcismo - é HORRIVEL .... Não percam seu dinheiro na entrada do cinema uhg!!!!!!!

terça-feira, 28 de setembro de 2010

O Amor



AMOR não é quando o coração para e da aquela falta de ar, isso é infarto, amoré outra coisa. AMOR não é sentir as pernas presas, isso é paralisia, amor é outra coisa. AMOR não é sentir se tremendo todo, isso é mau de parkson, amor é outra coisa. AMOR não é se sentir pesado triste, isso é obesidade, amor é outra coisa, AMOR não é estar vazio por dentro, isso é fome, amor é outra coisa. AMOR não é ver tudo bonito diferente, isso é estar bêbado, amor é outra coisa. AMOR não é dor ou um friozinho na barriga, isso é diarréia o amor é outra coisa. AMOR não é aquele nó na garganta, isso é gravata, amor é outra coisa. AMOR não é aquela voltade de chorar, isso viadagem ou depressão, amor é outra coisa. AMOR não é o sentimento de estar preso, isso é cadeia, amor é outra coisa. AMOR não te deixa sangrando, isso é menstruação, amor é outra coisa. AMOR não te da falta de ar, isso é asma, amor é outra coisa. AMOR não te deixa soando na presença de alguém, isso é calor, amor é outra coisa. AMOR não faz tu ficar quente, isso é fébre, amor é outra coisa. AMOR não faz tu ver estrelas, isso é luneta, amor é outra coisa. AMOR não te deixa com o corpo mole, isso é anestesia, amor é outra coisa. AMOR não te deixa mais forte, isso é academia, amor é outra coisa. AMOR não te deixa alucinado, isso é maconha, amor é outra coisa. AMOR não entra e sai das nossas vidas, isso é gaveta, amor é outra coisa. AMOR não faz tu ir as nuvens, isso é avião,



Amor é outra coisa
...

sábado, 18 de setembro de 2010

Recém-Nascido diário...


Precisamos sempre ir em busca de um sentido para nossa vida, uma motivação para continuar vivendo, seguindo, lutando...
Quando descobrimos o propósito de Deus para o caminho que ele quer que sigamos, tudo se torna mais nítido
e mais claro!
Percebemos que as pessoas que passam por nossas vidas não passaram por acaso; que esse amor e carinho que nutrimos pelas pessoas próximas são tesouros mais valiosos do que ouro. Eles nos sustentam em horas de desânimo e tribulações. Aqui surge um papel muito importante da nossa família, a de sangue e a de espírito.
Nenhum ser humano é auto-suficiente, todos temos algo a dar e a receber do outro e é nesse relacionamento "famili
ar" que mais encontramos suporte para nossos turbilhões diários. Sem minha mãe e o meu pai nada do que fui, do que sou e do que serei teria sentido. Primeiro pela gestação materna/paterna e mais ainda pelo amor, carinho e força que eles dois sempre me deram. Cada um do seu jeito e da sua forma de me amar, me faz acreditar que sou uma abençoada por Deus!!!
A cada nascimento que vejo por esses hospitais da vida que tenho passado me instiga a uma reflexão de que temos que ser um eterno Recém-Nascido dos sentimentos da vida.... Renovar em algumas coisas e preservar o que nos for saudável. Cultivar os bons relacio
namentos e ser uma eterna servidora do Pai...

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Sem querer acreditar!!!!


Época de eleição em nosso país e percebo tão poucos jovens discutindo ou mesmo debatendo política. Em período que se espera ainda mais movimentação social é quando vejo mais apatia e indiferença com a situação dos nossos governantes.
Chegamos a um ponto em que temos de escolher o "menos" ruim para nos representar, ou votar em branco/nulo, ou votar em uma cadidata a presidência que "aparentemente" não iria dar em nada, mas aos poucos seus eleitorados tem se decidido a escolher a sua opção por não acreditar que nem o outro ou a outra irá modificar nossa situação ( porque ja tiveram essa oportunidade e nada fizeram - ambos em 8 anos).
Fiquei assustada quando vi hoje pela manhã a notícia de que Tiririca provavelmente será o Deputado Federal mais votado no Estado de São Paulo: uma pessoa sem a minima estrutura de gestão política, sem formação voltada para a governabilidade de uma região que é a mais rica do nosso enorme Brasil, uma pessoa que fala nitidamente, abertamente o que fará lá em Brasilia...
Por alguns anos eu cheguei a acreditar que o problema era por que os políticos prometiam e não cumpriam, eles eram mentirosos, mas tenho percebido que quem quer se enganar, quem quer ser enganado somos nós!!!!!

Como pode alguém ter o respaldo dos brasileiros para nos representar em Brasilia, ter a maior votação da eleição (e com isso levar outros deputados do partido que não obtiveram tantos votos assim) se o que ele promete são banalidades, estupidez, ironia... Não é disso que nosso país precisa.

Ja chega de palhaçada na nossa governança.



Vamos colocar o papel de seriedade para funcionar...

sábado, 11 de setembro de 2010

Rotinas!


A solidão nos faz repensar sobre tanta coisa na nossa vida! Não aquela solidão eterna, das que ninguém chega perto de você dia após dia, mas aquela passageira, dos finais de semana que todo mundo da sua casa decide viajar e, pior ainda, você tem uma prova para fazer na segunda... Bem, ficamos eu e Lyly, uma "curtindo" a solidão da outra. Ela está preocupada, nesse momento, em aproveitar a nova cama e o seu macaquinho para dormir... ela dorme muuuuito!!!! Eu tive plantão no HC na sexta a noite... hoje, sabado... to acabadinha aqui em casa!!!! É importante termos esses momentos de deserto por alguns instantes. Uma reflexão interna do que estamos fazendo, do que nos aguarda, do que será nosso futuro, do que foi nosso passado.... Cuidado só para não entrar em parafusos. Descobrimos por vezes que é preciso renovar, mudar, renascer... Renovar o dia-a-dia, Mudar nas atitudes e renascer na Vida. Não passe a perpertuar algo que já foi provado que não dará certo. Se insistir, vai acabar tropeçando... Fico aqui, com uma dor de cabeça super chata, Lyly roncando aos meus pés e o livro de obstetricia aberto na minha frente!!!!!

sábado, 4 de setembro de 2010

Tudo o que eu preciso


Tudo o que eu preciso pra viver carrego sem ocupar as mãos. Tudo o que eu preciso pra ser feliz não se transporta numa caixa, não se guarda numa na bolsa, nem pesa nos ombros. Carrego comigo o que é possível pra me movimentar livre, nesse mundo tão cheio de coisas. As coisas que eu carrego não têm peso, nem forma, nem volume. São coisas que me alimentam sem que eu precise comer. Que me locomovem sem que eu precise caminhar. Que me alegram sem que eu precise comprar. Carrego comigo a sabedoria herdada dos meus pais. A dignidade conquistada com o meu trabalho. As lições aprendidas na dor. O amor dos meus afetos. E a força da minha fé. Com isso eu posso ir mais longe do que qualquer viajante carregado de bagagem. Assim fica mais fácil viver e andar por aí. Porque coisas ocupam espaços, atravancam caminhos, bloqueiam a visão. As coisas que não cabem no coração, pesam nos braços. Por isso eu carrego só coisas que caibam aqui, nos sonhos que eu inventei pra ser feliz. Texto de Lena Gino

sábado, 28 de agosto de 2010

Nossos desafios!


Uma certa preocupação vem me tomando espaço entre os meus pensamentos: vale a pena insistir em tentar modificar alguma coisa que não está sendo do meu agrado? Bem, ai depende! Foi essa a conclusão que cheguei:depende!!!!
Se essa modificação for interna e estiver relacionada com a minha própria essência de personalidade e/ou de atitudes acredito que vale a pena sim. Tudo é válido se for para evitar um sofrimento a mais, tudo é válido para que não seja necessário passar por outras situações equivalentes em tempos passados, tudo é válido caso o principio fundamental seja a felicidade...
Tento, persisto e continuo tentando ...kkkk... mas de uma coisa que nunca mais vou abrir mão é o fato de parar de me adaptar à realidade para agradar e satisfazer aos outros. Temos que construir as relações interpessoais em cima do que somos, aceitando os defeitos, principalmente. Aceitar as qualidades é muito fácil, o mais desafiador é conviver diariamente com os defeitos do próximo...
Mas, essa palavra "defeito" é bastante relativa! A mesma qualidade nutrida por 2 pessoas pode, em outra situaçõe, se tornar desconfortável e ou até mesmo fatal para a continuidade de algum tipo de relacionamento seja ela entre amigos, familiares, namorados, noivos, maridos etc etc etc...
Agora já indo para o outro lado da história: Caso essa mudança esteja relacionada com a interferência de atitudes de uma pessoa para com a outra, ai a coisa já muda! Não podemos manipular atitudes alheias, muito menos definir e esteriotipar como a mais coerente a atitude de uma outra pessoa como sendo a mais perfeita para nós. Cada ser é único, foi assim que Deus nos criou, à sua imagem e semelhança, mas individual em qualidades e personalidades...
Nossa atitudes sempre são condizentes com o que somos internamente e ninguém tem o direito de tentar manipular isso para benefício próprio. Essa análise é indivudual. Mudamos a partir do momento que nós mesmos percebemos que algo não está certo e que estamos provocando algum tipo de desconforto ou sofrimento em nós por causa dessas nossas atitudes!
A experiência é individual...

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

A Amizade




Ah, esse fenômeno instigante, o das amizades que se mantêm independentes da convivência.

Será amizade? Não sei responder. Sei que com algumas pessoas (poucas), há uma insistência teimosa em desejar ver, trocar idéias e experiências, creio, pela certeza da reciprocidade e do "ser aceito”.

Sim, talvez seja a certeza de ser aceito, uma das maiores necessidades humanas neste mundo de incompreensões. Talvez seja a necessidade da existência de certeza prévia de acolhimento ao que somos como somos e ao que pensamos o fermento da amizade.

O mistério da amizade talvez resida no alívio que traz a existência de alguém que nos acolha.
Digo acolha e, não, recolha aí já seria dependência de um lado e paternalismo do outro.

Acolher significa receber de bom grado, previamente, sem julgamentos ou resistências. É molesto o fato de que os
seres humanos vivam a julgar e que suas opiniões prévias interponham barreiras na comunicação, dificultando-a.

O mistério da afinidade consiste na inexistência das resistências ao outro, mesmo quando haja discordância.
Isso não deriva apenas de afeto. Quantas vezes há afeto entre as pessoas sem, porém, a aceitação natural, espontânea e prévia?

Verifique nas amizades tidas e vividas ao logo da vida, o que delas restou.
Haverá muita vivência, boa e má.
Raramente, porém, restará a amizade...

Com os anos, vão se tornando escassas as amizades que atravessaram o terreno íntimo que lhes é próprio sem arranhões e sem mágoas, restando, como fruto, após ingentes experiências humanas e existenciais, apenas (e já é tanto...) a amizade.

Amizade é o que resta da amizade.
Se o que resta de uma amizade
é amizade, então amizade é.
Da verdadeira!

(Autor: Artur da Távola)


segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Uma vida com propósitos!


Bem, por tanto tempo nada postado por aqui!!!! Inicialmente por causa do moldem da net que não queria pegar sinal para conectar, e depois foi por falta de tempo messsssmo...
Vida renovada em Jesus é a melhor coisa do mundo. Tenho me dedicado aos momentos que me agradam, nada de imposição e muito menos de fazer as coisas por fazer. Não muito diferente estou no dia-a-dia em relação ao tempo livre, mas descobri que quando se aproveita mesmo o "pouco tempo livre" que temos tudo nos parece menos pesado e mais intenso para ser vivido!!!
Entrei agora no Quinto período do curso e junto com ele algumas novidades na minha vida acadêmica: os plantões. Estão sendo agora de Obstetrícia e estou amando.... Ninguem tem a noção do quão mágico é a natureza divina em permitir a maternidade! Quanto mais o tempo passa mais tenho dúvida em que área quero me especializar....kkk...
Entre as cesáreas da vida e os partos normais que acontecem pelas minhas madrugadas acordadas estou aprendendo como humanizada deve ser a área médica. Em um momento tão delicado da nossa vida acabei por perceber que o que muitas mães querem é sentir segurança em alguém que vai estar alí ao lado dela na hora de seu tão esperado filhinho nascer.
Para mim o melhor está sendo a experiência em descobrir que podemos ajudar de várias formas, mas em todas está implícita a dedicação com amor em tudo o que nos envolvermos!!!

Amor... essa palavra tem me vindo muito na cabeça!!!!!

Meu parceiro de plantão é Marcelo, este mesmo ai da foto....kkkk... muito bom esses momentos tchetchelo!!!!!!!!

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

O contrário do amor

O contrário de bonito é feio, de rico é pobre, de preto é branco, isso se aprende antes de entrar na escola. Se você fizer uma enquete entre as crianças, ouvirá também que o contrário do amor é o ódio. Elas estão erradas. Faça uma enquete entre adultos e descubra a resposta certa: o contrário do amor não é o ódio, é a indiferença.
O que seria preferível: que a pessoa que você ama passasse a lhe odiar ou que lhe fosse totalmente indiferente? Que perdesse o sono imaginando maneiras de fazer você se dar mal ou que dormisse feito um anjo a noite inteira, esquecido por completo da sua existência? O ódio é também uma maneira de se estar com alguém. Já a indiferença não aceita declarações ou reclamações: seu nome não consta mais do cadastro.
Para odiar alguém, precisamos reconhecer que esse alguém existe e que nos provoca sensações, por piores que sejam. Para odiar alguém, precisamos de um coração, ainda que frio, e raciocínio, ainda que doente. Para odiar alguém gastamos energia, neurônios e tempo. Odiar nos dá fios brancos no cabelo, rugas pela face e angústia no peito. Para odiar, necessitamos do objeto do ódio, necessitamos dele nem que seja para dedicar-lhe nosso rancor, nossa ira, nossa pouca sabedoria para entendê-lo e pouco humor para aturá-lo. O ódio, se tivesse uma cor, seria vermelho, tal qual a cor do amor.
Já para sermos indiferentes a alguém, precisamos do quê? De coisa alguma. A pessoa em questão pode saltar de bung-jump, assistir aula de fraque, ganhar um Oscar ou uma prisão perpétua, estamos nem aí. Não julgamos seus atos, não observamos seus modos, não testemunhamos sua existência. Ela não nos exige olhos, boca, coração, cérebro: nosso corpo ignora sua presença, e muito menos se dá conta de sua ausência. Não temos o número do telefone das pessoas para quem não ligamos. A indiferença, se tivesse uma cor, seria cor da água, cor do ar, cor de nada.
Uma criança nunca experimentou essa sensação: ou ela é muito amada ou criticada pelo que apronta. Uma criança está sempre em uma das pontas da gangorra, adoração ou queixas, mas nunca é ignorada. Só bem mais tarde, quando necessitar de uma atenção que não seja materna ou paterna, é que descobrirá que o amor e o ódio habitam o mesmo universo, enquanto que a indiferença é um exílio no deserto.


sexta-feira, 30 de julho de 2010

O meu descanço!


Cheguei, em fim, a um período em que posso, literalmente, descançar!

Esse proximo final de Semana será muito especial para mim. Reservei esses dias para junto com o Espirito Santo ficar. Sei que será de imensa grandeza essa oportunidade...

Agora, ja que o curso de farmacologia acabou, ficarei alguns dias sem aula. Dia 14 de agosto terão inicio as aulas do 5° período, e até lá espero me reservar para ficar mais próximo da minha família e daqueles que me fazem bem, que me fazem perceber que a minha existencia tem alguma importância. É muito bom a sensação de se sentir amparada, principalmente quando esse amparo vem do Senhor por intermédio de um alguém muito especial!!!!!


Meu Trabesseiro....

terça-feira, 27 de julho de 2010

Um caso do dia-a-dia:


Grandes surpresas... vêm de onde menos eu esperava!

Primeiro coloquei a coleira nela, que latiu feliz por mais um passeio noturno na vida, parecia um passarinho que sempre ficou preso em uma gaiola e foi solto ( só que nesse caso é muito perigoso soltar ela assim literalmente pois corro um grande risco de ela correr atras de outros cachorros)...essa é minha cachorrinha " Lyly"

O fato nao é lá tão agradável de se falar, e muito menos, de limpar...

Assim que entramos no elevador, de serviço, é bom salientar, ela decide por si só, fazer suas necessidades fisiológicas:no elevador!

Entramos no 10 andar e ao mesmo tempo em que ela se apronta para começar o elevador pára; entra uma senhora do 8 andar com o seu cachorro. Lyly ao perceber a presença de tal animal ( que para ela até parece ser um ET) nao sabia: ou latia, ou terminava de fazer suas necessidades.

Eu? queria um buraco para colocar minha cabeça.

Só sei que ela conseguiu fazer as duas coisas ao mesmo tempo: latia e terminava o que tinha começado!

Consequência: a vizinha desistiu de descer conosco no elevador tanto pelo escandalo que ela fez como pelo odor um tanto quanto desagradável. E o pior, ela melou tudo, mas tudo mesmo.

Ao chegar no térreo pedi ajuda ao zelador e com o saquinho que eu estava na mão para recolher NA RUA o que ela tinha decidido fazer por ali mesmo no elevador recolhi o que pude, o resto, o zelador me ajudou.

Bem, segui meu passeio noturno com ela. Mas para minha surpresa, ela pára em frente a padaria aqui perto de casa e resolve repetir o feito histórico dela há poucos minutos no elevador.

Queria um segundo buraco para enfiar minha cabeça!

Eu não tinha mais saquinho para recolher, visto que eu já o tinha usado há pouco. As pessoas que passavam ao meu redor me olhavam com certo olhar de desprezo, me julgando por eu estar deixando minha cachorra fazer aquilo, naquele lugar... e sem saquinho!

Me senti nessa hora tal como um ... aquilo mesmo que ela estava fazendo pela segunda vez!

Mas as pessoas me olhavam e me criticavam enquanto Lyly nao terminava o serviço... segundos eternos esse...

Uma chegou a soltar uma piadinha para mim que engoli a seco na hora.

Elas não sabiam o que tinha acontecido comigo minutos antes, elas nao sabiam o que Lyly tinha feito antes para que naquele momento eu nao estivesse mais em posse do saquinho.

As pessoas nem esperaram eu reagir e logo começaram a me criticar.

Eu que nunca deixei esse tipo de coisa pela rua, sempre me policiei em relação a isso, eu apenas estava esperando ela terminar para eu pegar um pouco de terra ou algo de plástico para tirar "aquele entulho" de frente da padaria... mas as pessoas que passavam por perto nao queriam saber de nada... só criticar.

Elas não me conheciam para saber se minha índole permitia desprezar o que Lyly estava fazendo como se não fosse responsabilidade minha, elas apenas me julgavam sem me conhecer, sem saber o que tinha ocorrido antes, sem ter conhecimento do que Lyly tinha me aprontado há pouco no elevador do prédio!

Este parece ser um caso isolado, mas infelizmente não é!

Julgamos as pessoas pelas aparências, pelo que elas nos mostram alí, naquele momento apenas.

É como se aqueles minutos determinassem o carater de alguma pessoa.

Nos enganamos com isso!

Aquelas pessoas não me permitiram mostrar para elas do que realmente sou capaz de fazer, do que sou capaz de evitar e de assumir as minhas responsabilidades.

Agimos assim com outras pessoas sem nem percebermos. Nos deixamos se enganar pelo imediatismo e depois sofremos as consequências de relacionamentos que não se fortalecem por causa da máscara em que foi colocada desde o inicio.

Assim é com amizades e pessoas que passam por nossas vidas...


Vamos nos esforçar para mudar... eu passei por isso hoje na pele e sei o quanto que é prejudicial!


EM TODOS OS SENTIDOS...



"Mônica Modesto" de férias, mas nem por isso descançando...

domingo, 25 de julho de 2010


O que passou, passou.
Deste momento em diante , procure construir uma vida nova na direção do alto, caminhando para frente, sem olhar para trás.
Faça como o sol que se ergue a cada novo dia , sem lembrar-se da noite que passou.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

The other side

I empower you, yet I strike fear in your heart.

I put you together, or can break you apart.

I may free you, or lock you up in this game.

You may forget a lot of things, but never my name.

I give you everything when I enter, and take even more when I leave.

I may heal all your pain, or kill you with nothing more than grief.

You may kiss anyone, but don’t you dare kiss them like you kiss me.

You may hug anyone, but don’t you dare hug them like you hug me.

You may go where ever you want, but don’t you dare go far away.

You may not even ask me any of this, but please let me say.

You may talk to anyone, but don’t you dare talk to them like you talk to me.

You may befriend anyone, but don’t you dare befriend them like you befriended me.

I give you all as fast as it can take way.

What I gave once, I’ll claim back one day.

I’ve told what I want, now choose what’s wrong or right.

I’m may brighter than the day, or darker than the night.

I’m a locker or It’s key, you’re the only one to be blamed.

Tell me what It will be, and I’ll let myself be tamed.

You never saw me this way, but why would you?

You wanting me to fulfill your life, is what I want to.

I’m an angel to be loved and adored at first sight.

But an angel tricked God, you know that, right?

How can you expect that my real face you see?

I tricked even God, you’re sure no match for me.

Am I the greatest peace, or a weapon, the best?

Am I really for free, or do you have to pass a test?

Like summer I will warm your heart, but as winter I shall freeze your mind.

You’re not the first not to see me like this, Love always turns people blind.



--
Marcelo H. P.
And even though the darkness dawns... Brighter days will follow!

terça-feira, 20 de julho de 2010

"Ser feliz ou ter razão?"


Oito da noite, numa avenida movimentada.
O casal já está atrasado para jantar na casa de uns amigos.
O endereço é novo e ela consultou no mapa antes de sair.
Ele conduz o carro.
Ela orienta e pede para que vire, na próxima rua, à esquerda.
Ele tem certeza de que é à direita.
Discutem. percebendo que além de atrasados, poderiam ficar mal-humorados, ela deixa que ele decida.
Ele vira à direita e percebe, então, que estava errado.
Embora com dificuldade, admite que insistiu no caminho errado, enquanto faz o retorno.
Ela sorri e diz que não há nenhum problema se chegarem alguns minutos atrasados.
Mas ele ainda quer saber:
- Se tinha tanta certeza de que eu estava indo pelo caminho errado, devia ter insistido um pouco mais...
E ela diz:
- Entre ter razão e ser feliz, prefiro ser feliz.
Estávamos à beira de uma discussão, se eu insistisse mais, teríamos estragado a noite!

Moral da história:

Quanta energia nós gastamos apenas para demonstrar que temos razão, independentemente, de tê-la ou não.
Diante disso me pergunto:
'Quero ser feliz ou ter razão?'


“Nunca se justifique. Os amigos não precisam e os inimigos não acreditam."

sexta-feira, 16 de julho de 2010

A experiência humana ensina que nossa estabilidade no futuro deve ser construída no presente, enquanto nossa capacidade de ganho persiste.
A idéia de economizar e também planejar o futuro não é insensata. Ela somente começa a ficar neurótica, a partir do momento em que nos preocupamos tanto com o futuro, que as atividades do presente passam a ser prejudicadas.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Os bons morrem jovens




É tão estranho
Os bons morrem jovens
Assim parece ser
Quando me lembro de você
Que acabou indo embora
Cedo demais

Quando eu lhe dizia
Me apaixono todo dia
É sempre a pessoa errada
Você sorriu e disse
Eu gosto de você também
Só que você foi embora...
Cedo demais!

Eu continuo aqui
Meu trabalho e meus amigos
E me lembro de você
Em dias assim
Dia de chuva
Dia de sol
E o que sinto não sei dizer...

Vai com os anjos
Vai em paz
Era assim todo dia de tarde
A descoberta da amizade
Até a próxima vez...

É tão estranho
Os bons morrem antes
Me lembro de você
E de tanta gente que se foi
Cedo demais!
E cedo demais...

Eu aprendi a ter
Tudo o que sempre quis
Só não aprendi a perder
E eu que tive um começo feliz...
Do resto não sei dizer

Lembro das tardes que passamos juntos
Não é sempre mais eu sei
Que você está bem agora
Só que neste mundo
O verão acabou.

Cedo demais!

PARABÉNS !!!!!!!!!!!!

terça-feira, 13 de julho de 2010

Meu Lírio Laranja!


Hoje tantas coisas boas aconteceram no meu dia!!! Acordei cedinho ( umas 3hrs) para poder revisar para mais uma das minhas batalhas contra as minhas provas da Universidade. Hoje foi o dia de Psicologia Médica... ao som da chuva, melhor dizer, do temporal, que estava na madrugada do Recife hoje, eu mergulhava nas teorias de Freud, seus Mecanismos de Defesas Egóicos, Id, Ego, Super Ego, Fase Oral, Fase Anal, Fase Fálica, Fase de Latência, Fase Genital, etc etc etc etc ... eu não aguentava mais ler isso... desculpe-me Freud pela minha impaciência, mas a culpa é o ... do professor que fez uma péssima prova e uma correção ainda mais ... o que fez com que arrebentasse quase toda a turma ( ao todo somos 76)... Bem, às 8 hrs da manha em ponto eu estava lá, mas, nosso querido prof so veio aparecer as 9hrs... A prova???? kkkkk sem comentários maiores ... por isso que dizem que há tantos psiquiatras malucos por ai....kkkkk...
Mas bem, me considero, oficialmente, de férias!!!!!!!!
Até o dia 11 de agosto ficarei de FERIAS... e o QUINTO período que me aguarde...kkkkkkkkk....
Quer dizer, mais ou menos.... ainda inventei ( eu estava achando pouco) um curso de atualizaçao de Farmacologia que vai até dia 30 de julho... mas estou gostando...pelo menos vou agora poder acordar tarde!!!!

A noite foi de boa companhia... eu estava precisando jogar conversa fora, colocar a cabeça para ficar mais calma e tranquila!!!!

Domingo passado (dia 11 de julho) foi meu aniversário e nada melhor do que comemorar com a minha família e meus amigos!!!! Todos são uma bênção na minha vida... Obrigada pela visita Marcelo e Mila... pelo presente... pela torta alemã que quase me acabo de tanto comer...kkkk... e pela ótima companhia durante toda a tarde, e pelo jogo da copa também néh???? Só to esperando o convite para inaugurar o seu presente na segunda feira viu seu Marcelo???????? hueheuheuheuheuehe

Muito agradecida também aos meus amigos da célula ICTHUS II pela surpresa no sábado e pela bênção do domingo, pela ação de graça, pelas orações, pela Pizza e pelo meu Sansão...kkkkk....

Raissa e Alex... dois amores da minha vida!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Meu pai, minha Mama, Márcio e Aline.... quase nos acabamos de tanto comer no almoço!!!!!!!!!! kkkkk Mainha que o diga, não é???????? huheuehuehueheuheuheueh

Obrigada por todos vocês existirem e me apoiar e ajudar nos momentos que mais preciso....Vocês são fundamentais para minha felicidade!

Mônica Modesto

segunda-feira, 12 de julho de 2010


“Há duas formas de se viver a vida: uma é acreditando que não existe milagre. A outra é acreditando que todas as coisas são um milagre”.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Quando aprendemos!


Quando aprendermos a esperar sempre a orientação do Senhor em todas as coisas, seremos fortes, teremos a força que nos levará a ter um andar sempre equilibrado e constante. Muitos de nós estamos sem o poder que tanto desejamos. Mas Deus nos concede pleno poder para cada tarefa que Ele nos dá. Esperar, manter-se fiel à sua orientação, eis o segredo para obtê-lo. E qualquer coisa que sair fora desta linha de obediência é desperdício de tempo e energias. Esperemos vigilantes pela direção de Deus.

domingo, 4 de julho de 2010


Por que perdemos para a Holanda, nas quartas de final da Copa do Mundo em 2010? As grandes lições da derrota de um país de chuteiras:

1. Porque o técnico Dunga estava lutando contra inimigos irrelevantes ou imaginários, quando deveria saber que o seu verdadeiro adversário era simplesmente a... seleção holandesa de futebol! Não perca tempo com inimigos que não existam ou gente insignificante. Vai faltar pernas para vencer seus verdadeiros adversários.

2. Porque a equipe pensou que meia vitória é vitória completa. O jogo da vida só termina no último minuto do segundo tempo, não no último minuto do primeiro tempo. O "já ganhou" é o maior inimigo do "ganhei"!

3. Porque a equipe não soube lidar com uma adversidade temporária. Quando a Holanda empatou, o Brasil se desestabilizou. Os piores inimigos de qualquer um de nós, em meio a uma crise, é o desespero e a afobação. Calma!

4. Por causa do ufanismo. A gente só via retrospectiva favorável ao Brasil, brasileiro nas ruas espremendo laranja, brasileiro insultando os jogadores holandeses (principalmente comentaristas de futebol). Salto alto na vida é coisa de menino. O brasileiro precisa muito de moderação (inclusive na política), deixamos sempre que a paixão nos cegue.

5. Porque jogamos mal, mesmo. Como vencer fazendo quase tudo errado? A vitória é feita de pequenas atitudes bem-sucedidas. Uma falha pode ser fatal. Quando mais uma sucessão delas!

6. Falta de experiência. O nosso técnico nunca foi técnico nem de time de futebol de botão. Nossos jogadores, a maioria novos atletas. A Seleção Brasileira da Copa do Mundo de 2010 foi a menos brasileira das seleções que vi jogar.

7. Não se faz gol de mão numa disputa de futebol e se vangloria logo em seguida. Nunca se vanglorie de ter vencido usando uma fraude. Isso enfraquece nosso caráter e dá um mau exemplo terrível para as gerações futuras. Além de, que dia, justiça é feita.

8. Porque tivemos um jogador expulso por jogo desleal. Fica difícil vencer com um jogador a menos, tirado do campo por uma violência absurda. Não se pisa em jogador adversário caído... Feio, feio, feio. Muito triste.

9. Porque a seleção holandesa é um bom time: soube explorar emocionalmente nossas emoções em frangalhos, tirar vantagens da cabeça quente dos nossos jogadores, parar e controlar a bola. O que sobrou neles, faltou na gente: maturidade. É duro ter de admitir, mas essa é a diferença entre homens e ratos: a Holanda jogou muito melhor, surpreendeu a gente.

10. Erros sucessivos e cumulativos. Erramos muito. O melhor goleiro do mundo se atrapalhou todo. Os nossos atacantes não produziram nada. Dunga até que mudou, mas mudou errado. Dificilmente, dois ou mais erros produzem um acerto. Lembre-se: O Brasil fez dois gols na partida. Um na barra certa, mas o outro....

Pr. Geraldo Magela